Você curte lingerie vermelha?

postado em: 08 de dezembro de 2015

A lingerie vermelha é um pouco estigmatizada na nossa sociedade. Normalmente os homens curtem muito, são apaixonados por ela, morrem de amores por uma mulher de lingerie vermelha, por ser uma lingerie sensual, com raras exceções. E nos casos das exceções, a história é de ódio. Ou eles amam ou eles odeiam.

Com as mulheres não é muito diferente. Dificilmente a mulher é indiferente à lingerie vermelha. Normalmente a história é de amor e ódio também.

 

 

Mas qual o segredo da lingerie vermelha?

É uma cor quente, que lembra a paixão, o amor, o calor. Antigamente as prostitutas usavam mais essa cor e trabalhavam as fantasias masculinas, o fogo, a paixão, o desejo. Depois ela começou a aparecer no guarda-roupa, nas passarelas e foi incorporada à gaveta de lingerie de uma forma mais natural, mesmo para o dia a dia.

 

 

O estigma foi sendo deixado de lado e cada vez mais mulheres se apaixonam por um look todo vermelho.

O interessante da lingerie vermelha é que ela cai bem em todos os biotipos femininos.

Loira, de cabelo curtinho, pele clara, combina muito com lingerie vermelha, especialmente os tons mais abertos, cor de sangue.

Mas as morenas também ficam bem com essa cor. Tons um pouco menos abertos contrastam com a pele e o cabelo escuro e compõem um look bem interessante.

A pele negra também combina com essa cor, especialmente os tons mais fechados, como o bordô. Uma mulher negra com uma lingerie bordô é muito luxo!

Essa é a graça do vermelho. Vai bem em todas as mulheres. Inclusive, não apenas para momentos mais íntimos, especiais, mas dependendo do tom de pele, o vermelho desempenha o mesmo papel do nude. Ele não marca sob as roupas. Se você é mais morena, faça o teste, é muito interessante.

A lingerie vermelha tem muitas facetas, é legal tentar descobrir o que podemos fazer (e causar) com ela!

 

todos os direitos reservados | 2015